São Bernardo ganhou centro de treinamento de badminton no Rudge Ramos

METODISTA

São Bernardo ganha centro de treinamento de badminton no Rudge Ramos

Uma quadra ruim, escura e deteriorada. Era assim que se encontrava o ginásio da Vila Mussolini, no Rudge, abandonado há praticamente oito anos. Foi necessário a mobilização da população, especialmente de atletas, técnicos e pais de esportistas, para que o local se transformasse no principal centro de treinamento de badminton do ABC.

De acordo com o secretário de Esportes da Prefeitura de São Bernardo, Alex Mognon, o espaço foi remodelado para se adaptar ao esporte, totalmente revitalizado em parceria com a FEBASP (Federação de Badminton do Estado de São Paulo).

A inauguração do Centro de Treinamento de Badminton ocorreu na noite de 9 de agosto. Foi Manoel Gori, presidente e técnico do SBB (São Bernardo Badminton), que começou a buscar investimentos para o esporte na cidade e, posteriormente, para a reforma do ginásio.

“Em 2008, quando foi inaugurada a quadra, eu falava para a minha esposa que aqui ainda seria um centro”, afirma Gori. Agora, o local possui nova pintura e iluminação, melhorias nas arquibancadas e também uma quadra adaptada para receber atletas portadores de deficiências.

A comunidade de São Bernardo participou ativamente da restauração do Centro de Treinamento de Badminton. Guilherme Morales, pai de dois atletas do time São Bernardo Badminton, conta que decidiu participar da reforma e ajudar em ações em benefício do clube SBB.

“Os voluntários para colaborar na reforma do CT foram pais e atletas do clube. A participação se deu na área de pintura e na organização para podermos continuar com os treinos dos atletas”, diz Guilherme. O pai dos atletas também conta que os horários eram revezados conforme a disponibilidade dos envolvidos.

O Secretário de Esportes, Alex Mognon, afirma que a revitalização do centro é uma obrigação da prefeitura para com os praticantes de badminton. “Estamos reparando a injustiça de 12 anos com a modalidade badminton. Há 12 anos essa modalidade não era reconhecida, pois no Brasil nós não tínhamos essa cultura ainda.”

A cerimônia de inauguração contou com a participação dos deficientes auditivos que foram para as Surdolimpíadas na Turquia e de atletas do São Bernardo Badminton, que realizaram uma partida da modalidade. No CT estavam expostos todos os troféus já conquistados pela equipe SBB.

Texto: Maria Cecília Reina

Fonte: Metodista