Ruas com nomes de mulheres são homenagem a famílias antigas

METODISTA

Ruas com nomes de mulheres são homenagem a famílias antigas

Ruas com nomes de mulheres são homenagem a famílias antigasO histórico do local está guardado no Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa, que abriga o Conselho Municipal de Patrimônio Artístico, Histórico e Cultural.

No registros, o local onde hoje estão as ruas fazia parte de uma fazenda chamada Villa Maroca, de propriedade do senador Cesários Bastos. Natural da cidade de Santos, Bastos foi responsável pela criação do primeiro grupo escolar do Estado de São Paulo, em 1900. Envolvido na política, ele mantinha a fazenda em Santo André para lazer.

Foi então que, em 1922, Bastos decidiu lotear parte do terreno da Villa Maroca. Ao fazer isso, nomeou as ruas com os nome de suas filhas e esposa. No livro de atas da Câmara da época, há a citação de que a nomeação foi uma homenagem à família. “Mandou levantar a planta de toda a propriedade para formar um plano de arruamento, dando o nome de pessoas que estimo, para perpetuar-lhes a lembrança”, consta na ata.

Texto: Thalita Ribeiro

Fonte: Metodista