Rotativo libera vagas no Largo, mas taxistas reclamam de instalação da cabine

Uma nova cabine de Rotativo foi instalada recentemente, no Largo do Rudge Ramos. A medida atende a uma demanda dos comerciantes locais que afirmavam terem sido prejudicados nas vendas após a retirada do estacionamento na praça São João Batista, em 2015, na qual havia 78 vagas de carro. Desde então, sobraram apenas seis vagas nos entornos, fixas e não pagas, o que dificultava ainda mais a movimentação de consumidores, já que não tinham onde parar os veículos.

Quem fica pelos arredores percebe que o perfil de quem usa o estacionamento não muda. “Tinha funcionários de outras lojas que ficavam estacionados ali o dia inteiro.”, diz Mônica Souza, gerente de um dos estabelecimentos do lugar. Ela acredita que a rotatividade das vagas vai melhorar o fluxo, liberando os espaços para os consumidores. Sérgio de Anúncio, proprietário de uma loja também do local, compartilha da expectativa. “Agora, quando colocarem a rotatividade, só podem ficar um determinado tempo, e pagando. ”

Mas nem todo mundo gostou dessa mudança. Os taxistas que se encontram no ponto do Largo do Rudge reclamam que tiveram a sua via de saída bloqueada, e que agora, para realizarem uma corrida, precisam fazer uma volta longa. “Se meu cliente me chama, eu não tenho como sair aqui pela Caminho do Mar. Tenho que sair pela Bispo César só para chegar na Caminho do Mar.”, explica Zampar Aparecido, um dos taxistas.

Vagas largo rudge
As seis vagas do Largo passam a ser rotativas – Foto: Daniela Pegoraro

Tanto Aparecido, quanto os outros taxistas, afirmaram que haviam conversado com o secretário e o prefeito Orlando Morando na visita que eles fizeram ao local no dia anterior e que acertaram com os mesmos para que a cabine ficasse fora do caminho de saída dos táxis. Porém, hoje, na instalação da cabine, colocaram-na do lado contrário.

Apesar da polêmica, os moradores do Rudge Ramos não precisam mais se deslocar para o pagamento de multas ou compras de cartões do Rotativos, visto que anteriormente, a cabine mais próxima se encontrava no Centro de São Bernardo. Luiz Rodriguez, um dos taxistas do Largo, reconhece que esse foi um dos pontos positivos que a cabine trouxe. “Inclusive hoje mesmo paguei uma multa aí. Isso foi bom, é uma coisa que valeu a pena. Mas podiam ter deixado a cabine um pouco mais pro lado direito, deixado um caminho para os taxistas passarem.”

A cabine de Rotativo de São Bernardo funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 14h.

Texto: Daniela Pegoraro

Fonte: Metodista