Por que o feminismo é para todo mundo

Feminismo negro e outras vertentes por Bell Hooks.

O livro “O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras” de Bell Hooks é essencial para compreendermos sobre feminismo, direitos reprodutivos, misoginia e machismo. A escritora defende que todos deveriam conhecer políticas feministas. Através de políticas feministas, as mulheres têm uma maior oportunidade de se libertarem da opressão patriarcal. 

Além de professora e escritora de outros livros, Hooks é uma das principais ativistas do movimento feminista, tendo uma presença forte no meio acadêmico. Quando estamos falando de representatividade de mulheres negras que lutam pela igualdade racial e outras vertentes do feminismo, ela é uma referência importante, principalmente nos Estados Unidos.  

Na sua trajetória de vida, estudou o tema por mais de quarenta anos e participou de muitos debates na universidade. No decorrer desses anos, Hooks percebeu a dificuldade de outras pessoas, muitas fora do mundo acadêmico, de entenderem o feminismo, em razão da falta de acesso e da linguagem mais robusta.

Quando resolveu escrever esse livro, realizando um sonho antigo, seu principal objetivo era explicar o feminismo de forma acessível para todo mundo, de diferentes idades e gêneros, seja homem ou mulher, criança ou adultos. Ela queria algo para mostrar quando as pessoas perguntassem o que é feminismo.

Segundo Bell Hooks, feminismo é um movimento para acabar com o sexismo, a exploração sexista e a opressão, com objetivo de melhorar a vida das mulheres. Ela explica que, para compreender o feminismo, é necessário entender o sexismo. A escritora ressalta que, antes de tentarem espalharem o movimento feminista, até mesmo as mulheres precisam descontruir as próprias ideias sexistas, visto que elas também podem ter os mesmos pensamentos de homens. Nesse sentido, Hooks fala “”feministas são formadas, não nascem feministas.’’

Ao longo da leitura, a autora decorre de alguns tópicos, como por exemplo: feminismo global, raça e gênero, masculinidade feminista, e lesbianidade. Uma das principais ideias é a importância da sororidade feminina, principalmente quando se trata de diferentes gêneros e raças. Ela critica que, ao longo dos anos, o feminismo, e também o patriarcado, só olhou para necessidades de mulheres brancas e da classe privilegiada, fazendo com que haja uma dificuldade das mulheres negras terem sua voz no movimento feminista. , 

Quando mulheres brancas conseguiram ser mais ouvidas e terem mais direitos, elas consideraram que não existia mais razão para lutarem. No entanto, em determinado momento, elas perceberam alguns fatos que mulheres da classe trabalhadora já sabiam. Um exemplo é que, mesmo as mulheres trabalhando, o salário recebido não iria realmente libertá-las da dominação masculina. Bell Hooks comenta bastante sobre as diferenças do feminismo branco e negro. Segundo a autora, para o feminismo evoluir, é essencial que seja antirracista e atinja mulheres em nível mundial. 

Ela cita que os homens são os mais beneficiados ao oprimir as mulheres, fazendo uso da violência, porque, dessa forma, mantêm o patriarcado intacto. Apesar de muitos homens acharem difícil agir assim, eles têm medo de abrir mão desses benefícios. Mesmo assim, não se trata de um movimento anti-homem. Na verdade, a presença de homens desconstruídos é valiosa e indispensável para o movimento, segundo a autora. 

Outro ponto interessante que leva o leitor a refletir é a falta de livros sobre o assunto para crianças, já que esta é a fase em que as crenças são formadas. Além disto, de acordo com Hooks, as crianças também são vítimas de violência, muitas vezes de mulheres. 

O feminismo precisa estar presente em todos lugares e em diversos formatos, como televisão, música e rádio. Dessa forma, a visão negativa do feminismo, presente na maior parte da mídia, enfrentaria maiores dificuldades. O livro de Bell Hooks, ao levantar assuntos importantes que devem fazer parte dos nossos dias, é essencial para entendermos sobre o assunto.

Autor: Camila Naegelen.

Fonte: PUC-RS.