Os oportunistas dominaram a pátria

A todo instante ocorrem calamidades na política, na administração pública e os oportunistas avançam. Nos três poderes há gente honesta, mas a maioria apodreceu. Os maus exemplos atingem todas as classes. Por outro lado, quantas pessoas estão por aí sem nada fazer, desempregados e desesperados. Os preguiçosos são aproveitadores e usufruem dos tributos recolhidos pelos cidadãos honestos corretos que pagam tudo. Mas, para os trabalhadores decentes devemos deixar um registro para elevar cada vez mais as suas consciências. A nossa vida é como um jardim com flores belíssimas e perfumadas. Já reparou que em um jardim se encontram flores de todos os tamanhos e com cores diferentes. Algumas têm raízes profundas e crescem muito e outras são rasteiras e crescem muito pouco. Os seres humanos deveriam transformar as suas vidas como um jardim. Para que as flores não morram é preciso regá-las, excluir as pragas ao redor e todos os dias verificar se alguma está murchando pelo excesso de calor. As flores são belas e quando uma pessoa falece, um dos primeiros atos é levar para o velório coroas de flores. Temos ainda plantas que curam e outras que matam. Aprofunde as suas raízes e desenvolva sementes, ou seja, ou teus descendentes para que se tornem pessoas dignas como flores perfumadas. Hoje, neste mundo de velocidade, as pessoas murcham com facilidades e outras apodrecem em presídios ou mesmo em lares destruídos pelos crimes. Procure, diariamente, regar o seu jardim da vida. Cuidado com as tuas palavras! Há seres humanos que saberão te perdoar, mas outras jamais perdoarão e ficarão magoadas para sempre se tornando inimigas. Fortaleça o caráter e siga em frente e não permita jamais que os oportunistas te dominem. Os pensamentos têm asas e penetram até onde não queremos. Assim, não seja “fantoche do destino”. Colabore com a sociedade e participe dos movimentos sociais ofertando sugestões. É preciso aprofundar as raízes e buscar meios decentes para sobreviver. Faça autocrítica e desenvolva amor aos semelhantes, mas combata, constantemente, com ações, atitudes, palavras e sugestões. Os cidadãos considerados honestos e de mentes sublimes devem avançar em todas as direções exalando perfume, assim os oportunistas não se aproximarão do teu jardim. Desenvolva em suas flores espinhos para atacar os vagabundos que estão sempre querendo destruir as plantas sadias. Aprofunde as suas raízes e ninguém o derrubará, nem os oportunistas.

Olavo Câmara Advogado, Professor, Mestre e Doutor em Direito e Política.