Ginásio atende iniciantes e profissionais em São Bernardo

65560240-ec69-431d-b97a-c08c5d96a08f 2

Treino. Esforço. Disciplina. Competição. Essa é a rotina dos atletas que treinam no Centro de Ginástica Marcel Francisco dos Santos, em São Bernardo. Localizado no antigo Clube da Volks, na rua Tiradentes, nº1.853, o ginásio atende cerca de 300 esportistas desde as modalidades de vivência esportiva, também chamada de escolinha, até as esquipes de alto rendimento.

Para ingressar em qualquer modalidade, é necessária a aprovação em uma seletiva. Mesmo que não sejam exigidas características ou habilidades específicas para níveis de vivência esportiva, a peneira é feita devido à quantidade de inscritos, que supera os números de vagas disponíveis. As seletivas são feitas e as vagas são disponibilizadas de acordo com o calendário de competições, e ocorrem ao menos duas vezes em cada semestre.

A vivência esportiva é a modalidade iniciante da arena. Nesta categoria as crianças não são preparadas para campeonatos oficiais. As aulas têm a duração de uma hora e são aplicadas em dois dias da semana.

“A criança tem que começar a atividade física por prazer. O treinamento é intensificado quando ela tem a capacidade física necessária”, explicou o técnico de esporte de rendimento Felipe Rodrigues Nayme.

O incentivo da prática frequente de uma atividade física na infância é fundamental, explica o educador físico Clayton Xavier. “Não existe contraindicação para atividade física regular. Na verdade, é o inverso disso”, afirmou.

Competição

Treinadas para competir, as equipes principais do gênero feminino e masculino treinam de segunda à sábado cerca de sete horas diárias, divididas em dois períodos. Esta é a modalidade que exige mais disciplina e responsabilidade dos ginastas.

Além de passar a maior parte do tempo com a equipe em treinamento, essas crianças e jovens também viajam para competir sob o cuidado dos técnicos.

“Criamos um vínculo de família. Elas têm a gente como espelho e são nossa responsabilidade”, afirmou Cintia Duran Nagata técnica de ginástica artística.

No ginásio, os atletas contam com a visita semanal de um ortopedista, que cuida das lesões e ajuda na prevenção de quem treina. Também são disponibilizados os serviços de um psicólogo e um fisioterapeuta.

De acordo com o nível técnico, os atletas de competição, com mais de 12 anos de idade, recebem um auxílio financeiro que é pago pelo patrocinador. O valor varia de acordo com o rendimento nas competições.

É exigido do ginasta a frequência regular na escola, além de um acompanhamento médico que ateste as condições de saúde necessárias para a prática. Para os que treinam para competir também é controlado o peso ideal, considerando que o sobrepeso, em conjunto com os fortes impactos que esses atletas têm diariamente, pode causar danos permanentes.

Hoje com 19 anos e o foco nas Olimpíadas de 2020, o ginasta de alto rendimento Ygor Marques conta que treina desde os 5 anos de idade. “Assistia aos treinos do meu irmão e acabou despertou a mesma paixão em mim”, disse. De acordo com ele, o ambiente de treinamento no ginásio esportivo é harmonioso e o incentivo entre técnicos e colegas de treino é constante.

O projeto conta com a parceria entre Prefeitura Municipal de São Bernardo, Caixa Econômica Federal, Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira de Esportes. O objetivo é criar uma categoria de base para a Seleção Brasileira de Ginástica em competições, mas o projeto também atende crianças e jovens para recreação.

A supervisora da modalidade em São Bernardo, Ivonete Fagundes, afirmou que é indispensável a responsabilidade social do projeto. “Importante é fazer com que as crianças da região vivenciem o esporte. E sintam orgulho de participar do projeto, sabendo que podem chegar ao topo”, explicou.

Peneira
A próxima peneira já tem data marcada para o dia 29 de abril, na rua Tiradentes, nº1.853. As senhas serão distribuídas das 8h às 8h30, para crianças de 6 até 9 anos, acompanhadas por seus responsáveis.

Para mais informações acesse a página da Prefeitura de São Bernardo no Facebook, www.facebook.com/prefsbc.

 

 AUTOR: Bruna Carvalho
FONTE: Metodista