Festival de Cannes: O festival mais esperado do cinema mundial

Festival de Cannes

Todos os anos os cinéfilos ficam ansiosos quando chega o mês de maio. Pois é em maio que acontece um dos mais prestigiados festivais de cinema do mundo. Ele acontece na cidade francesa de Cannes, que dá nome ao festival.

Este é o 70º Festival de Cannes, ele está acontecendo desde o dia 17 de maio e se encerra neste domingo (28).

São 49 longas-metragens vindos de 29 países diferentes. Este ano 1.930 filmes se inscreveram. Concorrendo pela Palma de Ouro (principal prêmio do evento) estão 18 filmes.

As nacionalidades dos filmes concorrentes ao grande prêmio este ano são: quatro franceses, quatro americanos, dois coreanos e os outros oito são húngaro, britânico, austríaco, russo, ucraniano, grego, alemão e japonês.

O diretor austríaco concorrente é o único que já levou a Palma de Ouro pra casa (no seu caso, em dose dupla). Michael Haneke já foi premiado por dois filmes, A Fita Branca, em 2009 e Amour, em 2012. Além da Palma, Michael foi premiado pelo filme Caché por melhor direção em 2005 e pelo Grand Prix (segundo prêmio mais respeitado do festival) em 2001.

Assim como ano passado, este ano apenas três mulheres disputam pela Palma de Ouro. São elas: Lynne Ramsay, Naomi Kawase e Sofia Coppola.

Os 18 filmes indicados este ano são:

  • A gentle creature, de Sergei Loznitsa
  • Good Time, de Benny Safdie e Josh Safdie
  • Happy end, de Michael Haneke
  • In the Fade, de Fatih Akin
  • Jupiter’s Moon, de Kornél Mandruczo
  • L’Amant double, de François Ozon
  • Le Jour d’Après, de Hong Sangsoo
  • Le Redoutable, de Michel Hazanavicius
  • Loveless, de Andrey Zvyagintsev
  • O estranho que nós amamos, de Sofia Coppola
  • Okja, de Bong Joon-Ho
  • Radiance, de Naomi Kawase
  • Rodin, de Jacques Doillon
  • The Killing of a sacred deer, de Yorgos Lanthimos
  • The Meyerowitz stories, de Noah Baumbach
  • Wonderstruck, de Todd Haynes
  • You Were Never Really Here, de Lynne Ramsay
  • 120 battements par minute, de Robin Campillo

Texto: Luiza Lorenzetti

Fonte: Mackenzie