Danças Folclóricas Russas

MACKENZIE

A Rússia é o país com maior área e conta com uma população de 142 milhões de habitantes. É o nono país mais populoso. Por conta de sua vasta expansão territorial, a Rússia possui uma variedade de costumes. Isso reflete muito na dança do país, que apresenta muitas vertentes.

Muitos sabem que a Rússia teve -e ainda tem- uma grande influência no ballet. A companhia Ballets Russes, fundada por Serguei Diaghilev, e que ficou em atividade de 1909 a 1929 é tida como “o centro receptor e emissor da vida do ballet no mundo inteiro”. A companhia contava com grandes nomes, desde dançarinos como Anna Pavlova, Tamara Karsavina, George Balanchine e Vaslav Nijinski até artistas como Pablo Picasso, Henri Matisse e o cineasta Jean Cocteau.

Hoje, além de manter seu sucesso no ballet, a Rússia também continua a encantar com suas danças folclóricas que fazem parte da cultura nacional do país. Falaremos aqui de três delas: a Troika, a Berioska e a Kalinka.

Troika

 A palavra significa três cavalos amarrados, dançam um homem e duas mulheres com a intenção de imitar o galope de um cavalo puxando um trenó ou uma carruagem. O trio dança de mãos dadas e executam movimentos como a roda, caminhadas, e fazem com que um dos dançarinos passe por baixo dos braços dos outros dois.

Berioska

Inspirada pelas camponesas da região, foi originada pelo Grupo Berioska da Rússia que serviu de inspiração para outras danças folclóricas do país com os mesmos passos deslizantes. As mulheres usam longos vestidos, seus troncos ficam imóveis, os braços fazem movimentos suaves e seus pés se movimentam de maneira que elas parecem estar deslizando.

Kalinka

Significa pequena árvore de bolas de neve e as letras das músicas são um tributo ao amor, à vida e à natureza, assim como as danças. A dança é uma mistura do sapateado russo com muitos giros e movimentos rápidos. Os grupos de dançarinos podem ser formados por casais ou apenas por mulheres que seguram um pequeno lenço nas mãos.

Texto: Luiza Lorenzetti
Fonte: Mackenzie