Cris “Cyborg” estreia no UFC 198

MACKENZIE

1

 

No dia 28 de março, o UFC confirmou a estreia de Cris “Cyborg” no UFC 198 para maio, na cidade de Curitiba. A brasileira enfrenta a americana Leslie “The Peacemaker” Smith. O ingresso da brasileira na instituição era muito aguardada pelos fãs, que pediam luta contra a ex-campeã Ronda Rousey.

“Cyborg” é um dos maiores nomes do MMA feminino no mundo, mas a atleta não fazia parte do maior evento de MMA, o UFC, até que em março de 2015 foi anunciada a contratação da atleta. Criou-se muita expectativa para uma possível luta com, até então campeã, Rousey. Ao invés disso, a americana enfrentou outra brasileira, Bethe Correia, e venceu por nocaute no primeiro round. Em novembro perdeu o cinturão, atualmente com Miesha Tate, para a conterrânea Holly Holm.

Um dos motivos para uma das lutas mais aguardadas não ter acontecido é o peso, a curitibana luta na categoria dos penas (até 65,8 kg), enquanto “Roundy” é dos galos (até 61,2 kg). Ronda dizia que brasileira deveria descer de categoria para enfrenta-la, enquanto contra-argumento era o de uma luta em peso casado.

Desde sua contratação questionou-se muito sua adversaria, mas, aparentemente, ninguém se propôs a lutar, até que Miesha “Cupcake” Tate declarou, após conquista do cinturão, que enfrentaria Cris. Aparentemente Dana White, presidente do UFC, não aprovou a ideia e definiu embate com atleta não ranqueada.

Os galos femininos do UFC passam por um momento de incerteza, Miesha Tate tem, pelo menos, duas adversarias em potencial, Ronda Rousey e Holly Holm, além de Cat Zingano e da brasileira Amanda Nunes, correndo por fora. Tate está disposta a enfrentar qualquer uma para manter seu cinturão tão duramente conquistado, em uma luta de cinco rounds contra Holm.

Leslie Smith possui um cartel com oito vitórias, um empate e seis derrotas. Seu maior triunfo foi contra a americana Raquel Pennington, número 12 do ranking da categoria, por decisão unanime, ainda no Invicta FC. Se vencer sua próxima luta ela pode dar um salto na divisão, enquanto uma derrota não mudaria muita coisa, um duelo em que Smith não tem nada a perder. Em caso de vitória, Cyborg deve ser presentada com um confronto contra uma lutadora ranqueada.

Confira o cartel do UFC 198:

Fabricio Werdum (c) x Stipe Miocic

Ronaldo Souza x Vitor Belfort

Anderson Silva x Uriah Hall

Maurício Rua x Corey Anderson

Demian Maia x Matt Brown

Rogério Minotouro x Patrick Cummins

Warlley Alves x Bryan Barberena

Francisco Trinaldo x Yancy Medeiros

Thiago Marreta x Nate Marquardt

Sérgio Moraes x Kamaru Usman

Renato Carneiro x Zubaira Tukhugov

John Lineker x Rob Font

Cristiane Justino x Leslie Smith

AUTOR: Matheus Veloso

FONTE: Mackenzie