Comidas exóticas peculiares

Atenção Mackenzista! A editoria internacional separou neste post, comidas exóticas ao redor do mundo. Em caso de estômago frágil, passar para a próxima postagem.

O mundo possui diversas culturas, e juntamente delas, a culinária. Os métodos de culinária variam de região para região, assim como as técnicas e os utensílios, refletindo aspectos culturais e religiosos. Aqui vão alguns pratos exóticos mais conhecidos:

Sannakji

O Sannakji, ou sannakji hoe, é uma variedade de prato cru, de origem da culinária coreana. O que há no prato? Um Nakji (pequeno polvo), cortado em pedaços ainda vivo, geralmente ainda se contorcendo, e servido temperado levemente com gergelim, ou óleo de gergelim. Pode ser servido inteiro e ainda vivo, enquanto é um polvo bebê.

Deve-se tomar um cuidado extra ao experimentar este prato, as ventosas dos tentáculos ainda estarão atias, podendo prender-se à boca e garganta, causando sufocamento. Por isso é necessário mastigar bastante e bem antes de engolir.

Casu Marzu

Casu Marzu ou formaggio marcio, é um queijo tradicional, feito a partir de leite de ovelha. Até aqui tudo bem, porém durante sua maturação emprega larvas vivas da mosca Piophila casei. Casu Marzu significa literalmente queijo podre, popularmente conhecido como queijo de verme. É ilegal devido as condições sanitárias, mas é facilmente encontrado no mercado negro da Sardenha, na Itália, onde é fabricado.

A produção é pela ação digestiva da larva, deixando o queijo em um nível avançado de fermentação, chegando a um estágio que muitos consideram decomposição. A textura do queijo torna-se macia, algumas pessoas retiram as larvas antes de ingerir o queijo, enquanto que outras não.

Fugu

O fugu ou como é conhecido por aqui: Baiacu, é servido no Japão, e deve ser preparado ainda vivo para que não ocorra envenenamento. O baiacu é considerado o segundo vertebrado mais venenoso do mundo. O modo de preparo desta iguaria deve ser realizado por um chef especializado em manipular este tipo de peixe, pois qualquer cuidado é pouco.

É retirado as vísceras e os olhos, que são considerados extremamente venenosos, e o tempo de preparo é estimado em uma hora, sendo mais de 30 minutos para retirar completamente qualquer vestígio de sangue que também é tóxico.

Após limpo e completamente livre das toxinas, o fugu é cortado em fatias finas, e servido como sashimi, um dos mais caros do mundo.

 

 

Aranhas Fritas

São consideradas iguarias no Camboja,  e são encontradas por todo o país, sendo servidas como lanches diários.

É uma espécie de tarântula, que possui o tamanho da palma da mão de um humano, temperada com açúcar, sal, alho e pimenta, e depois frita, anulando o veneno. Faz parte da culinária tradicional do local, atraindo diversos turistas aventureiros a experimentar. Custa em média a unidade, convertida em reais, o equivalente a R$ 0,70 centavos.

Ostras das Montanhas Rochosas

Este prato, nada mais é que testículos de touro frito. Um prato muito apreciado por cowboys do oeste americano, onde a pecuária é predominante. Os testículos são descascados, cozidos, enrolados, e misturado em farinha para fritar. 

Já experimentaram, ou experimentariam estas iguarias?

Texto: Nataly Yumi

Fonte: Mackenzie