Bruxismo afeta cerca de 40% dos brasileiros e pode levar à cirurgia

Questões emocionais como estresse e ansiedade contribuem para o surgimento do problema

Bruxismo afeta cerca de 40% dos brasileiros e pode levar à cirurgia

O bruxismo é uma desordem funcional caracterizada pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono, causando desgaste e amolecimento. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o problema chega a afetar 30% da população mundial e 40% dos brasileiros.

Existem vários fatores que podem ocasionar bruxismo, entre eles estão os genéticos e situações de estresse e ansiedade. Segundo a dentista Fernanda Monti Rezende, o hábito de ranger os dentes pode surgir na infância. “Nessa fase da vida pode ocasionar perda prematura dos dentes, trazendo consequências permanentes como má formação óssea e problemas na mordida”.

A moradora da Vila Gerty em São Caetano Jéssica Rodrigues, 22, possui bruxismo desde os 10 anos de idade e conta que ainda hoje sofre as consequências por não ter tratado o problema logo no início. “Quando eu era menor, não parecia ser nada sério ou preocupante. Agora, mais velha, percebo o quão mal me fez. Passei anos sentindo uma dor forte na mandíbula e nem os remédios faziam efeito”. Jéssica só conseguiu aliviar as dores que sentia fazendo uso de uma placa específica para tratar a disfunção.

Leia Mais: Hemocentros sofrem com escassez nas bolsas de sangue desde agosto

Como o bruxismo é um problema multifatorial o tratamento envolve a atuação de vários profissionais em conjunto. “Enquanto o dentista é quem solicita uma placa para relaxar a musculatura do paciente durante o sono, o lado emocional, que muitas vezes desencadeia o problema, é tratado a partir de acompanhamento psicológico. Já a recuperação muscular é feita através de fisioterapia”, explica Fernanda.

A dentista ainda ressalta que se não tratado no início, o bruxismo pode levar a problemas mais graves e até a cirurgia. “Além de enxaqueca e perda dos dentes, chegando a casos cirúrgicos em que é preciso a colocação de prótese, o bruxismo pode contribuir para o surgimento de outro problema, a disfunção temporomandibular (DTM), patologia que afeta a articulação da mandíbula, podendo causar o travamento da mesma”.

Autora: Caroline Ripani.

Fonte: Metodista.