Bicicleta é opção de esporte em meio à pandemia

Pesquisa revela aumento de 54,4% de 2019 para 2020.

Com as normas de distanciamento social e outras precauções que vieram com a pandemia, novos costumes foram adotados ao se praticar exercício físico. O lucro das vendas de bicicletas cresceu em 54,4% por todo o país em 2020, segundo um estudo do Itaú Unibanco para verificar os hábitos de compra do consumidor durante a pandemia do Coronavírus. 

Valdir Ciprian é dono da Ciclo Assunção Bicicletaria, localizada no bairro de mesmo nome, em São Bernardo. Ele informa que a loja no ano de 2020 teve um aumento surpreendente nas vendas, cerca de 50% a mais do que nos últimos anos. “Considero que o aumento nas vendas se deve às restrições de distanciamento e pelo tempo significativo que as academias ficaram fechadas durante a pandemia”, afirma Ciprian. 

O estudante de engenharia Diego Marques (24) e frequentava a academia regularmente, mas com a restrição desse tipo de serviço se viu obrigado a recorrer a outro esporte. “De uma hora para outra me vi numa encruzilhada entre parar de praticar esportes ou me adaptar. Logo pensei na minha bicicleta que há muito tempo não utilizava. Comecei a andar e logo me vi super motivado e acabei adquirindo uma nova, visto que a outra já estava velhinha”. Agora Diego quer encontrar um grupo de ciclistas. “Andar sozinho é arriscado, quero andar com um grupo, desde que seja pequeno”.  

Já para quem possui mais experiência com o ciclismo, a pandemia trouxe novos cuidados a serem tomados. Sérgio Luiz Vieira (58 anos) tem mais de quarenta anos de experiência e é integrante do grupo “Pedal São Mateus”, que organiza viagens de mais de 100km de distância.  Sérgio informa que com a pandemia foram criados protocolos de segurança ao se pedalar em grupo. Existe um número máximo de ciclistas e máscaras, que são obrigatórias. “Todos precisam estar com equipamentos de segurança obrigatórios, como capacete, óculos e luvas de proteção, entre outros equipamentos para se usar em estradas”. 

Considerar a bicicleta como meio de locomoção e lazer durante a pandemia foi uma recomendação feita diretamente pela Organização Mundial da Saúde. É um ótimo meio de manter o distanciamento e atende aos requisitos mínimos de atividade física diária para a manutenção da saúde.

Autores: Luiz Felipe Moreira e Miguel Brisola.

Fonte: Metodista.