Acessório também é moda?

MACKENZIE

O que é acessório não é novidade, são aquelas peças que não são roupas, mas dão um up no look do dia. Jóias, bolsas, tiaras, chapéus, cintos, lenços, gravatas, relógios…. Eles podem ser coloridos, extravagantes, delicados, úteis ou apenas decorativos. Hoje, já não se monta mais um look sem um acessório, pelo menos.

“Se considerarmos que o homem pensou primeiro em adornar-se, para depois vestir-se, a história dos adereços é tão antiga quanto a vaidade humana. Nesse contexto, os acessórios, carregados sempre junto ao corpo, atuam como mapas étnicos, e não há sociedade que não faça uso! Portanto, mesmo em tempos difíceis, continuam fortalecendo a economia”, afirma a professora Henny Favaro, especialista em design de jóias.

Assim como as peças de roupa, acessórios viram tendências e também ajudam a compor seu estilo. O pulseirismo, por exemplo, foi/é uma febre entre homens e mulheres, na qual misturar pulseiras de couro ou de diferentes formatos ajuda a deixar o look mais moderno.

Quanto a produção, há diversas maneiras de produzi-los. Segundo a professora Henny, “Os métodos de produção mais conhecidos são o industrial – que trabalha com maquinário específico, como corte a laser, solda a laser, prototipagem,etc; e o artesanal, que trabalha com bancadas, cortes e montagens manuais, modelagem em cera perdida, etc”. Tudo depende do material utilizado.

Quando se fala sobre acessórios, é necessário enfatizar que muitos deles são símbolos culturais de alguns povos. O turbante e a estrela de Davi, por exemplo.

Não podemos deixar de falar que sim, eles estão presentes nos desfiles e nas semanas de moda do mundo. Muitas vezes chamam bastante atenção nos looks desfilados e são pensados minuciosamente para que não desapontem os amantes de moda.

Texto: Isabella Massoud

Fonte: Mackenzie