Aceitação de vale-refeição no Campus Darcy Ribeiro é baixa

Levantamento feito pelo Campus Online mostra que são poucos os estabelecimentos que aceitam o benefício

Vale-refeição é o benefício dado aos empregados para que eles se alimentem, no período de trabalho, em restaurantes, lanchonetes e padarias que façam parte da rede da empresa responsável pelo repasse do dinheiro, de acordo com o portal oficial do governo do Brasil. Em outras palavras, é um valor recebido pelos trabalhadores para gastos exclusivos na compra de refeições prontas.

Pensando nisso e considerando a vastidão da comunidade acadêmica da Universidade de Brasília (UnB), que permite implicar que nela há beneficiários, sejam eles docentes e/ou discentes, de vales deste tipo, um levantamento a respeito de quais lanchonetes aceitavam o vale foi feito no Campus Darcy Ribeiro.

O levantamento teve como base lanchonetes, cafés e cantinas listados no portal oficial da UnB como fornecedores de serviços de alimentação, em complementação aos serviços do Restaurante Universitário (RU). Com isso, 22 estabelecimentos foram analisados, e constatou-se que somente 2 deles aceitam o benefício, sendo estes duas redes de restaurantes fast-food, Spoleto e Subway (ambas localizadas próximas ao posto de gasolina da Petrobras na Universidade), que aceitam os vales-refeição Alelo e Sodexo.

Principais razões para a recusa

“Não [aceitamos]. Porque senão demoramos mais para receber o dinheiro, e temos que pagar uma taxa”, é o que afirma o proprietário da cantina Coisas da Terra – O Natural, localizada no subsolo do ICC Norte, quando questionado sobre a razão para a não aceitação do vale-refeição. Posicionamento este compartilhado por Maria Monte, balconista da lanchonete Frangão Burguer (unidade em frente ao ICC Norte): “As taxas não compensam para gente. Nem mesmo os créditos ultimamente compensam”.

Para Tatiane Moraes, funcionária da cantina Stokinho Lanches, a aceitação do vale-refeição não chega a ser vantajosa, não para uma empresa menor. Já Tarcísio Meira, gerente da mesma cantina, diz que estaria “aberto a essa possibilidade [de aceitação do vale-refeição], especialmente se isso significasse um diferencial em relação às outras [cantinas].”

Luan Paulo, gerente da Energia do Cerrado (Restaurante, Lanchonete e Café), que fica em frente ao Pavilhão Anísio Teixeira, também apontou as taxas dos bancos como explicação: ”Com os bancos há toda essa burocracia, é cobrada uma taxa totalmente diferente nesses casos [de uso do vale-refeição]. Por exemplo, um salgado de quatro reais teria que ser vendido a seis. Acaba não sendo muito vantajoso. Meu sonho é que isso [a aceitação do vale-refeição] pudesse ser feito aqui, implementado. ”

Henrique Silva, encarregado da Cantina Gourmet, no ”Amarelinho” em frente à Faculdade de Ciências da Saúde, também mostra pesar ao dizer que não aceita o vale-refeição e afirma que está trabalhando para mudar essa situação: ”Nós [da Cantina Gourmet] queremos colocar [aceitar o vale-refeição]. A gente fica até com dó, porque às vezes a pessoa chega aqui só com o vale. Vamos ver se conseguimos, né? Muita gente precisa.”

A mesma intenção é refletida na fala de Matheus Alves, encarregado do restaurante e lanchonete Pruscoco, localizado no mesmo “Amarelinho” da Cantina Gourmet. “Semana passada uma empresa veio me oferecer aqui, essa possibilidade de aceitar o vale-refeição. Aí pretendo fechar negócio em breve, mas preciso esperar o contrato atual com outra expirar.”

Restaurante Universitário

Por ora, o Restaurante Universitário (RU) da UnB afirma não aceitar o vale-refeição como forma de pagamento. No entanto, de acordo com a coordenadora de gestão administrativa do restaurante, Mayla Angeline, há a intenção de se modificar este cenário: “Ainda não aceitamos, mas pretendemos. Não há previsão exata para isso, vai depender da Sanoli (empresa terceirizada responsável pelo fornecimento de refeições no RU)”.

Para Anderson de Castro, estudante de Administração da UnB, tal mudança seria benéfica: “Tenho costume de comer na Universidade quase todo dia, no RU. Não faço uso do vale, mas acho que seria excelente.”

[ATUALIZAÇÃO: Na data de publicação desta postagem, o Campus Online divulgou que 3 restaurantes aceitavam vale-refeição no Campus Darcy Ribeiro, o Spoleto, Subway e o Restaurante da FINATEC. No entanto, nos primeiros dias de maio, o Restaurante da FINATEC passou a não ser mais aberto ao público, sendo assim, o Campus Online o retirou da lista. Em adição, informamos quais vales são aceitos nos dois restaurantes remanescentes: Alelo e Sodexo.]

Autora: Helen Marinho

Fonte: UnB